Domingo, 3 de Fevereiro de 2008

O Extinto Dodó

Aqui está um animal muito engraçado, mais um dos que desapareceu às mãos da bestialidade humana. O Dodó, Dodô ou Dronte (Raphus cucullatus) foi uma simpática ave, robusta, não voadora, com cerca de um metro de altura, que se alimentava de frutas, nidificava no chão e vivia na Ilha Maurícia, junto à costa leste de África, relativamente perto da grande Ilha de Madagáscar. Considerando que esta ave não voava e não temia o ser humano, foi presa fácil aquando da colonização da Ilha Maurícia (iniciada em 1505 pelos portugueses) e o processo do seu desaparecimento foi galopante. O nome Dodó foi-lhe atribuído pelos portugueses dado o seu ar desajeitado, sendo baptizados de  "doudos" ou "doidos". Além do bicho Homem, responsável máximo pela eliminação deste animal do planeta Terra, há a considerar igualmente o facto do Homem ter levado consigo para a Ilha Maurícia outros animais, porcos, ratos, macacos que, a pouco e pouco, destruíram os ninhos dos dodós acelerando o seu desaparecimento. O último dodó foi morto em 1681 e não foi preservado nenhum exemplar inteiro deste animal ... (apetece perguntar o que teriam feito os dodós na outra vida para semelhante chacina!).

 

 

Curiosidades:

 

1- Recentemente foi descoberta uma espécie de árvore, "Calvária", na Ilha Maurícia que estava quase extinta, existindo apenas 13 exemplares da dita com mais de 300 anos. Qual a razão? Após a extinção do dodó, a árvore não teria capacidade de sobreviver também, uma vez que as sementes, ingeridas pelo dodó, só ficavam activas e prontas a germinar após passarem pelo organismo deste, considerando que através do processo digestivo era aliminada a casca grossa que recobria a semente. No entanto, concluiu-se que o mesmo processo seria possível com perus e actualmente a árvore existe e passou a designar-se árvore-dodó. 

 

2- Concluiu-se que o dodó deriva de uma espécie de pombos migradores que se instalaram naquela ilha e se adaptaram ao meio, evoluindo para aves muito maiores e sem capacidade de voar.

 

Uffff, estava difícil encontrar uma imagem da árvore-dodó, também designada por "calvária" ou ainda, tambalocoque. Esta é a única imagem que encontrei.

 


publicado por Brama às 13:51
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De The Tales Maker a 5 de Fevereiro de 2008 às 22:16
As coisas que aprendo contigo. Não sabia desta história do dodo e da árvore. á tinha ouvido falar na espécie e que se tinha desaparecido, mas não sabia que tinha sido pela mão do Tuga. É de lamentar.
Obrigado pela lição de história/geografia/biologia/zoologia.
Bêjos


De Brama a 5 de Fevereiro de 2008 às 23:35
Calma, os portugueses foram os primeiros a colonizar a ilha, segundo os documentos que já vi além da net (também não tinha a mais pequena ideia de assim ser), o que não significa que tivessem sido os únicos responsáveis ou até, os verdadeiros responsáveis pela extinção do dodó. Nota que entre a chegada dos portugueses (1505) e a morte do último exemplar (1681), decorreram quase 200 anos. Eu creio que os "tugas" devem ter chacinado muitos, mas talvez não tenham sido eles os que extinguiram o espécime. Bem, independentemente disso, o certo é que a espécie desapareceu e empobreceu a diversidade do planeta.


De hydrargirum a 7 de Fevereiro de 2008 às 01:31
Já conhecia esta situação...e a história deste animal....
Eu não me posso exaltar Brama, por isso digo em tom calmo: Pobre Dodo, que tal como as inúmeras espécies que desapareceram à mão Humana pela Austrália...e estas sei eu....sem contar com as outras pelo resto do mundo....está agora perdido em desenhos!:(



De Anónimo a 17 de Janeiro de 2010 às 19:47
I found your page referring the tambaloque image on my bobodonia.net website - which has been offline for a while now. I restored the file so the image is back for now. Please copy the file if you want it and drop me a note. I think the site where I found it by the end of 2005 has disappeared.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. SIA Lentil

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Sem "papas na língua", co...

. Heartbeat Educação

. Que seria de nós sem um G...

. Como estamos em Ditadura ...

. Born Free

. MDNA, in full conviction!

. Cheikh N`Digel Lô e MDNA

. É assim que Shanghai pens...

. Aziza Mustafa Zadeh

. O tempo é escasso

. Só para relaxar um pouco ...

. Mulher que mata qualquer ...

. She give me money ... whe...

. Ainda estou vivo

. Because of You ...

. Inté

.arquivos

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Junho 2012

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Setembro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds