Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008

Granada ... tierra soñada por Dios

   

                                                    Foto retirada da Internet

 

Lá fui a Granada este fim-de-semana e pela terceira vez. Sábado de manhã, calmo passeio pelo Alhambra que, em árabe significa  "A Vermelha" (Al Hambra), fortificação construída entre 1248 e 1354, durante o reinados de Ibn-Al-Ahmar e seus sucessores. Do Alhambra conseguem-se belíssimas vistas panorâmicas sobre Granada. Desta vez, considerado o tempo escasso, ficámo-nos apenas por um passeio pelos jardins e não fomos ver os palácios.

De tarde e após o almoço, ainda antes de irmos para o hotel, fomos ver o Mosteiro de Nuestra Señora de La Asunción, mais conhecido como a Cartuja de Granada.

Cúpula del Sagrario de la Cartuja de Granada. Uma das cúpulas do Mosteiro

                                                                   (Foto retirada da Internet)

Como eu não tenho grande sensibilidade para apreciar interiores de igrejas, mosteiros e espaços religiosos afins, porque este tipo de ambiente de ostentação de riqueza e opulento  trabalhado e rendilhado barroco na talha dourada e nas figuras religiosas desconforta-me bastante, chegando ao ponto do enjoo visual, entrar no mosteiro foi-me algo indiferente. No entanto, devo admitir que uma das alas levou-me a uma permanência mais demorada. Além dos frescos nas cúpulas (que até aprecio), aqui observei com alguma admiração as paredes e o tecto dominantemente brancos, repletos de uma infinidade de imbricadas representações em relevo. Num nível mais baixo, toda a extensão da parede estava coberta de um belíssimo mármore branco e castanho que, numa das paredes cobria toda a sua altura, incluindo as santíssimas figuras, assemelhando-se a um magnífico semifrio de natas e chocolate com incrustações de bolo mármore que quase me fez salivar caninamente. Acompanhando a extensão da sala, estavam incorporados alguns móveis com gavetas de um estilo meio árabe que davam um toque original a todo o espaço. Digamos que, acima de tudo, a saleta assumia um aspecto algo guloso e senti quase vontade de dar uma firme trinca num dos pés de uma qualquer santa ali exposta.

Ao entardecer e com o estado do tempo a complicar-se bastante, lá fomos deambular pelas calles granadinas. Não sei se foi por estar muita chuva e algum vento mas, a cidade pareceu-me algo mais feia do que o habitual. Talvez tenha sido a zona pela qual nos deslocámos, mas tive a clara sensação que a cidade não me pareceu tão agradável como das outras vezes. De noite ainda fomos beber chá marroquino num bar árabe.

Foto retirada da Internet

 

Ontem passámos o dia na Serra Nevada. Entre o teleférico e as cadeirinhas,  arrisquei andar nas cadeirinhas e arrependi-me amargamente. Apesar das agradáveis vistas e do refrescante friozinho sentido na cara, não consegui descontrair um segundo; definitivamente alturas não é comigo. A subida foi um tormento mas a descida ainda conseguiu ser pior dada a maior  visualização da altitude a que nos encontrávamos. A imagem abaixo mostra mais ou menos o aspecto da Serra Nevada com os seus três picos: Mulhacén com 3481 m. de altitude (ponto mais alto da Península Ibérica), Alcazaba com 3366 m. e Veleta com 3398 m., o único que nos é possível visualizar do ponto em que nos encontrávamos, Pradollano a 2100 m. de altitude (no canto inferior esquerdo da imagem).

 

                                                                                                                Foto retirada da Internet

 

 


publicado por Brama às 19:28
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De graduated_Fool a 25 de Fevereiro de 2008 às 21:03
Ando há tanto para ir a Granada e nunca fui. Quando for serás o meu guia, obviamente.


De maria a 25 de Fevereiro de 2008 às 21:07
Adoro Granada.


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 4 seguidores

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. SIA Lentil

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Sem "papas na língua", co...

. Heartbeat Educação

. Que seria de nós sem um G...

. Como estamos em Ditadura ...

. Born Free

. MDNA, in full conviction!

. Cheikh N`Digel Lô e MDNA

. É assim que Shanghai pens...

. Aziza Mustafa Zadeh

. O tempo é escasso

. Só para relaxar um pouco ...

. Mulher que mata qualquer ...

. She give me money ... whe...

. Ainda estou vivo

. Because of You ...

. Inté

.arquivos

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Junho 2012

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Setembro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds