Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

Vai uma "Ovação" para a Suspensão !!!

Incrível é a palavra certa.

 

Já era muita gente junta contra a Ministra e o Ministério ... professores, funcionários e agora pais e alunos. Assim dava demasiado nas vistas, não era Sra. Ministra? E a senhora e o seu superior sabem que, pelo menos, a arrogância, a soberba e o orgulho besta, não podem ser directamente proporcionais à perda de votos nas próximas eleições, não é verdade ? Já perdeu os professores há muito, não vá agora perder também pais e alunos!

 

Parece que uns ovinhos na sua focinheira e dos seus secretários, serviu pelo menos para vos acordar, quais Belas Adormecidas (Belas?! ... Feias, Horrendas), nem que momentaneamente, de um sono de profunda e intrépida estupidez.

Siiiim ... momentaneamente, porque a vossa ignobilíssima insanidade é tanta que só em raros instantes atinge a corrente lucidez, própria dos seres dotados de um paupérrimo senso comum.

 

Com que então gostaram dos ovinhos, hã !!! Meia dúzia de alunos meia-lecas, por estabelecimento de ensino, com umas quantas caixinhas de exsurgências de galináceo, conseguiram em escassas horas o que 100 mil professores de uma vez e 120 mil de outra, nem sequer vislumbraram alcançar ... a descida de um singelo degrau do seu altaneiro pedestal de verborreia mental e diarreia governativa. Bem hajam os referidos alunos ... e os seus ingénuos ovinhos !

 

Para a próxima manif de professores eu aconselho uma gigantesca omolete de ovos de Avestruz a descer a Avenida da Liberdade e a desfilar pela 5 de Outubro, até ao sítio certo ... as ventas de sua majestade promotora de mestrados e doutoramentos em Ignorância Avançada junto dos nossos discentes, Miss Miluzeca.

 

Suspensão p'ra Ministra da Educação !

Suspensão p'ra Ministra da Educação !

Suspensão p'ra Ministra da Educação !

 

Mas o pior é que a senhora ainda conseguiu com esta apelidada "clarificação da lei", mais uma vez, passar para a comunicação social a imagem de que são todos os docentes, os estúpidos, burros e iletrados que, nem sequer conseguiram analisar correctamente as leis que "vomita" cá p'ra fora. A senhora vomita, vomita e não há ninguém que consiga pôr cobro a tanto mal-estar. Então, afinaaaal faltas justificadas já não é sinónimo de exame! Malvados professores, não houve um único que conseguisse ler cabalmente os seus decretos, já viu como é possível!  Pois claro que não, obviamente ... a senhora não é deste mundo, escreve e fala como um ser alienígena, ninguém a entende ... só a sua comitiva de raios-te-parta.

Sabe o que senhora merece? Sabe? ... mais manifestações, greves a tudo e mais alguma coisa, que os professores não a deixem dormir em paz de maneira alguma. Da minha parte farei o que me for possível e estiver ao meu alcance para a deixar "animada" porque "estar vivo é o contrário de estar morto" e eu quero vê-la viva, vivinha de raiva, escárnio e desassossego do alto da sua nave espacial.

 

                                                                                                                                                        Brama

 

 


publicado por Brama às 21:35
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De graduated_Fool a 18 de Novembro de 2008 às 21:40
Já não sei bem o que dizer. Acho isto tudo tão triste e profundamente execrável.



De graduated_Fool a 18 de Novembro de 2008 às 22:39
Veio-se clarificar que a prova, afinal, é uma prova de recuperação para diagnosticar as matérias que os alunos perderam quando faltaram. Depois de diagnosticadas vai-se ajudar o aluno a recuperar.
Então os professores são assim tão tapadinhos que não sabem que se o menino faltou então dificilmente saberá as matérias que foram dadas aquando das suas faltas? É preciso uma prova para provar que eles não sabem o que foi dado enquanto estavam ausentes?
Estou confuso ou sou burro. E então a prova é de recuperação ou diagnóstico???? É que são coisas diferentes. Prova de recuperação diagnóstico é que nunca vi. Uma coisa é diagnosticar o que o aluno sabe ou deveria saber enquanto faltou às aulas (o que já de si é absurdo porque se o aluno está a faltar não deu os conteúdos e ele pode faltar um dia aqui, outro dia ali sem perder matérias contínuas) e se souber pouco então aí usar estratégias para ele aprender. Outra coisa é uma prova com conteúdos a recuperar. Ou é para diagnosticar o que não sabe, diagnosticar dificuldades e depois ajudá-lo, ou então é para recuperar conteúdos (coisa estranha uma vez que o miúdo nem os deu). Como é que se recupera respondendo a perguntas sobre uma coisa que não se deu?
Grande confusão!
Continua a brincadeira!


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 4 seguidores

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. SIA Lentil

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Sem "papas na língua", co...

. Heartbeat Educação

. Que seria de nós sem um G...

. Como estamos em Ditadura ...

. Born Free

. MDNA, in full conviction!

. Cheikh N`Digel Lô e MDNA

. É assim que Shanghai pens...

. Aziza Mustafa Zadeh

. O tempo é escasso

. Só para relaxar um pouco ...

. Mulher que mata qualquer ...

. She give me money ... whe...

. Ainda estou vivo

. Because of You ...

. Inté

.arquivos

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Junho 2012

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Setembro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds