Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008

Exemplo das preocupações que deveriam competir ao Ministério da Educação

Exemplo Britânico

   O exemplo britânico. Os pais dos alunos com comportamentos violentos nas escolas britânicas vão passar a ser multados num valor que pode ir até aos 1450 euros. 'As intimidações verbais e físicas não podem continuar a ser toleradas nas nossas escolas, seja quais forem as motivações' sublinhou a Secretária de Estado para as Escolas. Disse também que ' as crianças têm de distinguir o bem e o mal e saber que haverá consequências se ultrapassarem a fronteira'. Acrescentou ainda que 'vão reforçar a autoridade dos professores, dando-lhes confiança e apoio para que tomem atitudes firmes face a todas formas de má conduta por parte dos alunos'. A governante garantiu que 'as novas regras transmitem aos pais uma mensagem bem clara para que percebam que a escola não vai tolerar que eles não assumam as suas responsabilidades em caso de comportamento violento dos seus filhos. Estas medidas serão sustentadas em ordens judiciais para que assumam os seus deveres de pais e em cursos de educação para os pais, com multas que podem chegar às mil libras se não cumprirem as decisões dos tribunais'. O Livro Branco dá ainda aos professores um direito 'claro' de submeter os alunos à disciplina e de usar a força de modo razoável para a obter, se necessário.


Em Portugal, como todos sabemos, o panorama é radicalmente diferente. Por cá, continua a vingar a teoria do coitadinho: há que desculpabilizar as crianças até ao limite do possível, pois considera-se que o aluno é intrinsecamente bem formado, o que o leva a assumir comportamentos desviantes são factores externos (contexto social e familiar) que ele, coitado, não consegue superar. Temos assim que o aluno raramente é penalizado e quando o é, os castigos ficam-se na sua maioria por penas ligeiras, não vá correr-se o risco de o menino/a sofrer traumas que o podem marcar para o resto da vida. As notícias sobre actos de vandalismo, de agressão, de indisciplina e de violência, praticados em contexto escolar que, com progressiva frequência vamos conhecendo, deveriam merecer da parte de quem tutela a educação, medidas mais enérgicas que infelizmente tardam em chegar.

(Recebi este texto por e-mail)

 

...

 

Eu acrescento que, não vão chegar mesmo (referindo-me às medidas enérgicas).

 

Mais, actualmente suspender um aluno por uma má conduta, não é uma penalização. É mesmo um benefício. A criança vai de férias uns dias  porque obviamente não vai ser duplamente prejudicada. Já lhe chega o "trauma" da sanção. Evidentemente que não podemos penalizar a criatura em termos de faltas ou até lesá-lo no acompanhamento da matéria que perdeu. Os professores empenhar-se-ão em ser sancionados também por sancionarem o aluno. E como é que isso é feito? Dedicando-se, para além de todos os outros milhentos papéis que têm de preencher e dar despacho, a preencher mais uns quantos, que serão especificamente os testes ou fichas ou diagnósticos ou outra m**** qualquer (já ninguém percebe porque a Ministra veio dizer que TODOS os professores interpretaram mal o Estatuto do Aluno), para conseguir avaliar ou aferir ou whatever as dificuldades da criancinha.

 

Assim sendo, em Portugal acontece algo, certamente inédito em todo o Mundo. O aluno incumpre, comporta-se mal, é prevaricador e mal-educado, agrediu o colega ou o professor mas ... vai de férias (na pior das hipóteses) e o professor sofre uma sanção.

 

                                                                                                                                               Brama


publicado por Brama às 19:16
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De graduated_Fool a 22 de Novembro de 2008 às 13:29
Já conhecia... enfim.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. SIA Lentil

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Sem "papas na língua", co...

. Heartbeat Educação

. Que seria de nós sem um G...

. Como estamos em Ditadura ...

. Born Free

. MDNA, in full conviction!

. Cheikh N`Digel Lô e MDNA

. É assim que Shanghai pens...

. Aziza Mustafa Zadeh

. O tempo é escasso

. Só para relaxar um pouco ...

. Mulher que mata qualquer ...

. She give me money ... whe...

. Ainda estou vivo

. Because of You ...

. Inté

.arquivos

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Junho 2012

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Setembro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds