Quarta-feira, 31 de Outubro de 2007

Homossexualidade - Mito 1( É Opção!)

Que tema tão chato, mil vezes debatido e conjecturado sob mil diferenciadas perspectivas. Já me havia decidido a falar pouco ou nada do tema, ou tratá-lo de forma tão natural quanto possível, por ser algo tão natural e normal como outra coisa qualquer. Mas após consulta de vários blogs, onde o assunto é aberta ou dissimuladamente focado, no bom e no mau sentido, vejo-me obrigado a ter de dar o meu parecer e contribuir para aclarar algumas alminhas que, por ignorância ou assumida estupidez, ainda insistem nas ideias pré-câmbricas de seus antepassados e urgem de alguns esclarecimentos.

 

 "A opção de cada um deve ser respeitada."

 

Primeiro erro crasso, faz derivar a sexualidade de cada um de uma escolha ou opção, como quem vai à boutique e entre duas peças de roupa exactamente iguais, escolhe aquela cuja cor mais lhe agrada. Também não sou quadrado ao ponto de não pensar que, em alguns casos possa mesmo ser  uma questão de opção. A natureza humana é tão diversa, tudo nela pode ter lugar, ou não?! Quem refere a sexualidade como derivando de uma questão de opção das duas uma, ou não sabe o significado da palavra opção, ou nunca reflectiu correctamente no que está a dizer. Suas excelências ditas ou assumidamente  heterossexuais e suas excelências futilmente homossexuais ( para pôr na mesma balança todos os pensantes e já que estamos a falar de igualdade entre todos),  que optam por opção, acharão mesmo que, numa sociedade milenarmente castradora, pelo menos desde o cristianismo, condenatória, discriminatória, os que se sentem homossexuais, optam mesmo por sê-lo, num ataque fulminante de procura masoquista?! Será que já pararam para criar alguma empatia para com quem se sente efectivamente homossexual ou sempre se sentiu e, contra tudo e todos, a ordem injustamente instituída, as práticas ancestrais, os valores familiares, os princípios religiosos, etc, etc ... se debateu por impôr a sua verdadeira natureza ou orientação?! Já imaginaram o caminho tortuoso que muitos interiormente palmilharam, desafiando um muro socialmente construído,  quantas vezes à custa do corte com as relações familiares, com os supostos amigos, problemas profissionais e noutras sociedades, pagando com a falta de liberdade, o sofrimento e até a morte?! E isto tudo apenas por uma inabalável necessidade de serem eles próprios, seguirem a própria natureza, os mais intrínsecos impulsos ... uma procura incessante por serem visíveis e não transparentes. E apenas isto, aparentemente tão simples, quantas e quantas vezes numa luta individual, plena de uma grande solidão pessoal e de um  real desamparo. Neste preciso momento há muitos homossexuais por este mundo fora, presos na sua solidão interior, a esconder algo de que sempre se envergonharam porque aprenderam a ver como pecaminoso, digno de vergonha, a lutar interiormente para deixar de o ser, sem resultados logicamente (seria o mesmo que um negro querer ser branco apenas movido de uma grande força interior), presos, sujeitos à discriminação física e psicológica, condenados à morte e a sofrimentos atrozes, sozinhos porque as famílias esqueceram-nos para sempre, ... entregues ao solitário inferno da diferença ... tudo porque num belo dia decidiram ou optaram por ser homossexuais. Que capricho tão estranho, se podiam ser "normais" porque querem ser gays e lésbicas?! Ninguém entende ...

Por esta ordem de ideias, os ditos "normais" também poderiam tentar não o ser e optarem , assim só para quebrar a rotina, por se tornarem homossexuais. Sempre seria um pouco diferente e até engraçado, o que é que acham?!

Claro que quem profere a frase acima indicada, mesmo fazendo derivar a homossexualidade de uma razão incorrecta, tem um princípio até bom, porque até por uma questão de opção, reconhece-lhe algum respeito.

 

                                                                                                                             Brama

 


publicado por Brama às 15:40
link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De hydrargirum a 31 de Outubro de 2007 às 17:08
Gostei de te ler!!!!!

Nao digo mais que isto: Uma verdadeira pedrada no charco!


De hydrargirum a 31 de Outubro de 2007 às 17:11
Continua com os outros mitos...quero ler-te!


De Brama a 31 de Outubro de 2007 às 17:24
Continuarei a pouco e pouco ... vamos com calma


De Maria a 31 de Outubro de 2007 às 17:27
Eu penso que o termo «opção» é usado, muitas vezes, sem essa intenção. Eu acho até que é uma forma de tentar justificar a diferença... eu própria dizia assim e só quando ALGUÉM me chamou a atenção é que deixei de o fazer. Penso que não é por aí que se combate a discriminação. A mim tanto se me dá que digam que eu sou hetero por opção. Se fosse homossexual, também não me parece que ficasse milindrada e acho que há coisas bem mais importantes nessa luta!

Beijinhos


De Brama a 31 de Outubro de 2007 às 19:06
Claro que há coisas mais importantes nesta vida, muito mais importantes e com as quais perder mais tempo ... o problema é que as pessoas, embora não assumam, adoram falar do tema. E tudo seria muito bonito se se limitassem a falar naturalmente e sem condenações de espécie alguma ... o problema é que não é assim tão simples e acabo por me ver obrigado a alguns esclarecimentos, certo?! concerteza.
talvez se deixe de falar do assunto quando, por ser tão natural, as pessoas o vejam exactamente como tal e todos tenham os mesmos reais e efectivos direitos sociais, o que não acontece.

Um heterossexual não sente na pele a discriminação de que inexplicavelmente padecem os homossexuais, logo é-lhe indiferente o termo opção ou orientação, entendes?
Da mesma forma que um branco, se lhe chamarem branco até se ri, mas um preto por vezes não aceita bem que lhe chamem preto, ou então, ele próprio faz sistematicamente jus à sua cor de pele, tal como os homossexuais à sua conduta sexual ... quase numa tentativa de serem notados, vistos, não passarem despercebidos ou serem invisíveis ...

A psicologia humana não é assim tão simples e linear, menina supeita ...


De Sofia_hd a 31 de Outubro de 2007 às 21:32
Onde é que eu já vi este tema? ;)

Confesso que também utilizava o termo 'opção' (até um visitante do meu humilde blog me deixar uma pequena nota ;) ), mas concordo que não será o mais apropriado.....

Relativamente à homossexualidade, a minha já a conhece.

ups! Conheces



De Brama a 1 de Novembro de 2007 às 01:42
Que moça brincalhona com os termos ... gosto destes desafios

Foi baseado no que li no teu blog e noutros por onde deambulei que me vi obrigado a escrever umas coisas para quem estiver interessado(a).

Não sejas modesta, o teu blog está longe de ser humilde, é mesmo muito bom, interessante, didáctico e enriquecedor ... expressa bem a pessoa bonita que existe em ti.



De Sofia_hd a 1 de Novembro de 2007 às 11:54
Bem...obrigado pela parte que me toca!
:)



De Maria a 31 de Outubro de 2007 às 17:42
Onde está o meu comentário a este post? Depois de um testamento, não me digas que se perdeu?!!


De graduated Fool a 31 de Outubro de 2007 às 18:25
Mas ainda é suposto falar disto?
Isto é um texto para mentecaptos. qualquer pessoa minimamente pensante, que perca segundos a usar o cerebro, sabe que o que aqui dizes só pode ser absolutamente verdade.
Os que não sabem, coitados, nem devem visitar o blog porque não devem entender nada.
Estou a exagerar, mas pronto. É que já não há mesmo paciência para falar disto entre adultos.
Bem, sobre este tema conheço todas as tuas opiniões. Já falámos disto vezes sem conta ao longo de anos e anos. Ambos concordamos e já tudo foi dito até ao mais ínfimo pormenor.
Ainda não sei é se continuas a achar que os homens que vão ao ginásio são todos gays porque se preocupam com o aspecto e se os que têm sexo na prisão também o são porque senão não o teriam.
Espero que tenhas mudado de opinião acerca disso.


De Brama a 31 de Outubro de 2007 às 18:57
Já me deixei de catalogar as pessoas como isto ou como aquilo ... cada um pode ser tudo, cada vez mais me convenço disto mesmo ...

Não, não deveria ser necessário falar mais disto ... mas descreverei pouco a pouco algumas coisas importantes e depois calo-me para sempre ... remeto os que tiverem dúvidas para estes textos, se quiserem


De Graduated Fool a 31 de Outubro de 2007 às 22:30
Bem, você fala como se fosse dar uma palestra, como se fosse quase o dono da verdade, o catedrático máximo no assunto. Não exageremos, ok?
Pronto, não és, mas não estás longe, nada mesmo. O que diz sobre o tema é muito bem dito. Eu é que não tenho mesmo já paciência. Há anos e anos que esgotei o tema do porquê ser-se gay e coisas que tais.

2º Bem: Tens razão na resposta que dás à Suspeita. Claro que para nós dizerem à nossa frente que é opção, não é a mesma coisa, não é mesmo. Irrita, incomoda, chateia, enerva, apetece logo soltar os leões e explicar umas certas coisinhas.
A suspeita diz que é indiferente o termo usado mas a verdade é que já não usa o que é incorrecto, por alguma razão é.
A tua última frase da resposta à suspeita é que não me parece linear. Eu irrito-me mas não é nem nunca foi, de facto, para mostrar que sou gay, para mostrar que existo, não é por aí. É simplesmente porque aco incrível pessoas adultas ainda utilizarem tal termo absolutamente despropositado.

3º Bem: É óbvio que irás escrever mais, muito mais sobre a homossexualidade. É mais forte do que tu, homem. E agora que percebeste que ainda tens muito para esclarecer, mais ainda tens essa vontade. Até já deves andar a pensar no 2º mito.
Escreve, homem, escreve!
Ensina imenso.


De Brama a 1 de Novembro de 2007 às 01:37
Eu já pensei em grande parte dos mitos ... mas tentarei ser mais sintético depois. E tal como disse, após os meus esclarecimentos, dentro do que é a minha verdade, vou calar-me sobre este assunto e falar apenas quando tiver de ser, com a máxima naturalidade e sem correr o risco da questão ser o centro da discussão, mas apenas um pormenor


De Graduated Fool a 1 de Novembro de 2007 às 01:42
O que tu dizes nunca serão apenas pormenores...


De Brama a 1 de Novembro de 2007 às 13:43
Você é terrível, deita abaixo mas depois reconhece


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 4 seguidores

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. SIA Lentil

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Sem "papas na língua", co...

. Heartbeat Educação

. Que seria de nós sem um G...

. Como estamos em Ditadura ...

. Born Free

. MDNA, in full conviction!

. Cheikh N`Digel Lô e MDNA

. É assim que Shanghai pens...

. Aziza Mustafa Zadeh

. O tempo é escasso

. Só para relaxar um pouco ...

. Mulher que mata qualquer ...

. She give me money ... whe...

. Ainda estou vivo

. Because of You ...

. Inté

.arquivos

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Junho 2012

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Setembro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds