Sábado, 3 de Novembro de 2007

18 Piadas Curtas

 - Todos os Homens nascem livres e iguais em dignidade e direitos.

 

- Todos os Homens têm os mesmos direitos, sem qualquer distinção, seja de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social e riqueza.

 

- Todos os Homens têm direito à vida, à liberdade e à segurança.

 

- Ninguém será mantido em escravidão ou servidão.

 

- Ninguém será submetido a tortura nem a tratamento ou castigo cruel, desumano ou degradante.

 

- Todos os Homens têm direito ao reconhecimento.

 

- Todos são iguais perante a lei e têm direito a igual protecção perante a lei.

 

- Todos os Homens têm direito a recurso jurídico contra a violação de direitos humanos.

 

- Ninguém será arbitrariamente preso, detido ou exilado.

 

10ª - Todos os Homens têm direito em plena igualdade e à imparcialidade de julgamento em tribunal.

 

11ª - Ninguém será sujeito a interferências: na vida privada, na sua família, nem ataques à sua honra.

 

12ª - Os homens e as mulheres de maior idade têm o direito a casar e constituir família.

 

13ª - Todos os Homens têm direito à liberdade de pensamento, consciência e religião.

 

14ª - Todos os Homens têm direito à liberdade de opinião e expressão.

 

15ª - Todos os Homens têm direito à segurança social.

 

16ª - Todos os Homens têm direito ao trabalho, à livre escolha de emprego e protecção contra o emprego.

 

17ª - Todos os Homens têm direito a repouso e lazer, inclusive à limitação de horas de trabalho e a férias, remuneradas e periódicas.

 

18ª - Toda a pessoa tem direito a um nível de vida capaz de assegurar a si e à família saúde e bem-estar.

 

                                                                                                            In, Carta dos Direitos do Homem

 

 

 

 

  Nota: Será que a 12ª piada não contempla Todos os homens e mulheres, sob pena de ter de forçosamente incluir todos os homossexuais ( homens e mulheres)?!

E já agora ... os hermafroditas, onde é que ficam nisto tudo?! será que foram contemplados nesses homens e mulheres, ou deliberadamente esquecidos? E os eunucos?!

Será que esta Carta dos Direitos Humanos já os contempla ou os esqueceu, ou os omitiu?!

Será que não deveria ser alterada de "Carta dos Direitos Humanos", para "Carta dos Direitos de Alguns Humanos" ou, "Carta dos Direitos dos Humanos Privilegiados"?!

 

                                                                                                       Brama

sinto-me:

publicado por Brama às 19:29
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De hydrargirum a 4 de Novembro de 2007 às 05:39
E pior...não sejas redutor!lol

E os que têm código genético XXY ou XXX?

E os transgenders?

Ou ainda, Carta dos Direitos da Humanidade Gaussiana!


De Graduated Fool a 4 de Novembro de 2007 às 05:56
Os direitos não me parecem, no geral, mal. Vê-los na prática é que é muito difícil. Pronto, talvez devessem ser revistos e pautados por algumas correcções.

Em relação às tuas notas, independentemente de se ter pensado nos hermafroditas ou eunucos (e na altura em que foram declarados os direitos é muito provavel que não fossem pensados), parece-me que é lógico que estão contemplados. Os primeiros, em geral, acabam por ser homens ou mulheres porque são operados e mesmo que não sejam, não será aquilo que eles se sentem o que conta? E ou se sentem homens ou mulheres. Mesmo que até se sintam ambos, parece-me que se encaixam no termo Homem e Mulher.
Os eunucos também estarão, não? Não é por lhes faltar uma parte do corpo que deixam de ser humanos e ou se sentem homens ou mulheres.
Não se pode caracterizar o sexo das pessoas pelo que têm entre as pernas, parece-me.


De Maria a 5 de Novembro de 2007 às 10:11
Estas «piadas» acabam por esconder grandes dramas... a sociedade não é, de facto, justa.

Eu percebo que a questão da homossexualidade te diga muito em particular, mas acredita que há discriminações mais ferozes e mais prejudiciais, do que as feitas tendo como base a orientação sexual.

O teu discurso vai sempre na mesma linha. É óbvio que não existe liberdade de vivenciar de forma saudável a sexualidade, especialmente se esta não for a considerada normal, mas há injustiças mais gravosas, como o não acesso à saúde, à alimentação e à educação. E isto acontece todos os dias e coloca a vida das pessoas em risco. Por vezes é necessário relativizar as coisas.

Um dia acusaste-me de eu ser, por vezes, um pouco fundamentalista em relação à questão dos animais e falar muitas vezes na mesma coisa. Tu estás a cometer esse mesmo «erro» em relação à questão da homossexualidade...


De Brama a 5 de Novembro de 2007 às 12:58
Fizeste uma leitura incorrecta ... o facto de ter colocado uma nota final sobre a questão não significa que tenha conduzido o post que escrevi só nesse sentido, porque todas as piadas correpondem efectivamente a artigos da Carta dos Direitos do Homem e equacionam várias temáticas, entre as quais a homossexualidade que, não sendo referida directamente é possível depreende-la.
Não sou nenhum fundamentalista com a questão e se estiveres atenta a tudo o que tenho colocado no blog vais perceber que a questão até é pouco abordada, precisamente porque já tenho pouca paciência para esta. Contrariamente à menina que, meia volta vem com a questão dos animais e que acho muito bem, pelo menos no blog porque poderá ter outra projecção, talvez, sei lá ...
Além do mais, tenho mesmo de me revoltar com vários aspectos relacionados com a sexualidade ou a orientação sexual, porque sou directamente lesado numa sociedade que ainda não cresceu e amadureceu ao meu ritmo. Lamento mas não posso calar-me quando me vejo directamente penalizado nos meus direitos e não disponho dos mesmos que os outros dispõem, como por exemplo o casamento e a adopção. Não sou eu quem está errado, é a sociedade no geral, porque é gerida por gente menor, entendes?
Mais, é um facto que existem outros problemas e também me posso pronunciar sobre estes, mas isso não significa que tenha de colocar a homossexualidade de parte, só porque entendes que é uma questão de somenos importância quando comparada com a saúde ou outra coisa qualquer. É que eu além da questão da saúde nacional, ou outra coisa qualquer, que penaliza todos neste país, ainda tenho de levar com as mentalidades arcaicas quese ficassem só por aí, tudo bem, mas estendem-se e implicavam nos meus direitos enquanto cidadão.
Tu nunca compreenderás a questão porque não és homossexual e por muito que respeites não estás na pele dos que são e isso significa muito ... aliás significa tudo.

Tu não és uma animal irracional e o sofrimento que lhes é infligido mexe contigo quase visceralmente ... porque te é tão complicado entender que a homossexualidade e a amputação de direitos como consequência desta, mexa da mesma forma com os que são ... só por mero acaso, homossexuais?!


De Maria a 5 de Novembro de 2007 às 13:53
Tu sabes a minha opinião em relação a isso. Eu concordo com TUDO o que dizes. E se dependesse de mim, sabes que havia casamentos entre gays, assim como adopção de crianças, uniões de facto reconhecidas legalmente, etc., etc. .

Mas tu também sabes que eu te conheço bem. E tu próprio terás consciência que tendes a aumentar a repercussão das dificuldades que te aparecem na vida. Exageras e entras em pânico com muita coisa! ;)

Já falámos sobre isto muitas vezes. Tens razão para não te sentires bem e justiçado, quando te negam coisas básicas. O que eu te tentei dizer (e já não é a primeira vez) é que a TODOS NÓS são negadas coisas básicas no dia a dia: direito a um emprego, a um concurso limpo e sem cunhas, cuidados de saúde de qualidade, etc.

Claro que podes falar e escrever sobre isso! Apenas fiz esse comentário porque sei que ao escreveres também te estás a consumir e ... não vale a pena! É necessário relativizar as coisas e ter consciência que, infelizmente, as coisas são injustas. Temos que tentar mudar? Claro que sim. Sempre. Mas também há que ter calma...


De Brama a 5 de Novembro de 2007 às 19:40
Pois aí é que está, é que infelizmente não depende de ti nem de pessoas que naturalmente ou a pulso, vão acabando pr ter uma visão diferente e humana das coisas, mas de uma horda de imbecis, ignorantes que, à mercê de um conjunto de argumentos sem qualquer base lógica e credível que os sustente, mantém e alimentam um processo conducente à discriminação de uma parte ou de várias partes da sociedade. E este processo dura já há dois milénios pelo menos, suportado pelo pilar do cristianismo ... dois mil anos de sofrimento, de castração, de medos, de torturas físicas e psicológicas, de aniquilação pessoal, de despersonalização, de ridícula estupidez, que ainda persiste e condiciona a vida de cada um em muitos países e sociedades, neste aspecto atrasadas, sem dúvida atrasadas mesmo.

As dificuldades da vida e os exageros não têm nada que ver com este post e quase toda a gente as tem, não tem nada a ver .... e quantas vezes os meus exageros não são mais que a pura realidade que, tarde ou cedo tu e outros reconhecem como estando certa e embora não o assumam, sabem que estou certo.

Eu sei que a todos nós são negadas coisas elementares que nem deveria ser discutível se deveriam ou não estar garantidas, mas o certo é que o são. Neste post todas ou quase todas elas estão representadas, ou não?!

Afinal um blog não serve também para nós mostrarmos a nossa versão de tantas e tantas coisas da vida, não é um dos objectivos. Tu própria o fazes sistematicamente, não vejo qual o problema.

E não penses que me consumo ao escrever sobre questões complicadas, não como imaginas, até funciona como uma boa terapia.

E agora vou dizer-te outra, sim tu conheces-me há muitos anos, conheces relativamente bem a minha personalidade, mas garanto-te que tens a pretensão de me conhecer melhor do que aquilo que de facto é.
E falhas em algumas ideias que já criaste e das quais não abdicas, mesmo que te mostre ou surpreenda com algo completamente oposto.



De Maria a 6 de Novembro de 2007 às 10:10
E tu não tens também a pretensão que me conheces a mim?! ...


De Brama a 6 de Novembro de 2007 às 12:31
Não da mesma forma que tu ... mas eu conheço-te melhor do que tu me conheces, sem dúvida ...


De Maria a 6 de Novembro de 2007 às 15:03
Não vale a pena continuar... tu queres ficar por cima e eu também! Cada um fica com a sua.


De Brama a 6 de Novembro de 2007 às 16:13
Ok, cada um na sua mas orgulhosamente unidos


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. SIA Lentil

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Sem "papas na língua", co...

. Heartbeat Educação

. Que seria de nós sem um G...

. Como estamos em Ditadura ...

. Born Free

. MDNA, in full conviction!

. Cheikh N`Digel Lô e MDNA

. É assim que Shanghai pens...

. Aziza Mustafa Zadeh

. O tempo é escasso

. Só para relaxar um pouco ...

. Mulher que mata qualquer ...

. She give me money ... whe...

. Ainda estou vivo

. Because of You ...

. Inté

.arquivos

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Junho 2012

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Setembro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds