Segunda-feira, 13 de Agosto de 2007

Quem ou o que é Deus?!

 

 (Imagens retiradas da Internet)

Após o polémico e incompreensível desaparecimento da minha prima, a sua irmã assaltada por uma dor imensa que lhe oprimia o coração e por uma angústia revoltada pela natureza da inconcebível tragédia, estava em casa manuseando dois ímanes. Observando a inquietação de seu filho, mergulhado numa profunda tristeza pela morte da tia e imbuída, como é de qualquer progenitora, da instintiva e prioritária necessidade de apaziguar a inocente cria, chamou-o para perto de si. A criança  aproximou-se lavada em lágrimas, não conseguindo entender se aquilo era mesmo o fim, se nunca mais iria ver a sua tia, se a deixaria de a ter consigo para sempre. A mãe, olhando-o com a ternura própria das mães e refreando um pouco a sua dor, disse-lhe, aproximando dois ímanes:   

_ Olha D., estás a ver isto? Isto é que é Deus.

D. olhou-a surpreendido com a afirmação, com os seus oito anos de brilho ingénuo e curioso, perguntando-lhe, imediatamente ávido por saber mais:

_ Mas …mãe, não ‘tou a perceber. Isso é Deus?! Que queres dizer com isso?

Descansada pela previsível pergunta, explicou-lhe então:

_ Estás a ver a atracção que se gera pela aproximação dos ímanes? … essa atracção é Energia …embora não se veja, em tudo há Energia… na água, nas plantas, nos animais, entre os humanos … existem princípios de atracção e repulsão dos corpos na Terra, entre a Terra e os outros planetas, entre os planetas e as estrelas, em todo o Universo … essa Energia é, no fundo o que permite a existência de vida … tudo é Energia e nada desaparece, tudo se mantém no sistema, apenas muda ou se transforma noutra coisa qualquer. Sendo assim, a tia não morreu, ela só se transformou noutras coisas, a sua Energia dispersou-se no ar, na terra, nas plantas, nos animais, ela continua a existir, mas com outra forma … é essa Energia que é Deus, uma força invisível que atrai ou repele os diferentes corpos … Percebeste agora filho?

Esta foi a melhor forma que a minha prima encontrou naquele momento de grande desorientação, de explicar ao filho o que era Deus, acalmá-lo um pouco em relação à morte da tia … e quanto a mim, foi sem qualquer dúvida talvez a melhor explicação que já ouvi em relação a essa entidade designada de Deus, ou pelo menos a mais concreta e plausível.

Desde pequenos somos ensinados a seguir e respeitar Deus, a não fazer certas coisas pecaminosas porque Deus vê, ouve ou sente e depois castiga-nos e condena-nos, porque Ele é omnipresente, omnipotente e omnisciente e, ouvimos logo estes palavrões em pequenos, desconhecendo o seu significado mas, ficamos logo a julgar que são capacidades únicas e coisas assustadoras que convém respeitar rigidamente. No fundo, passam-nos a ideia de Deus quase como uma figura próxima da humana, mas de qualidades e capacidades únicas que não estão acessíveis aos meros e mortais humanos. Até me lembro que quando era miúdo confundia Deus com Jesus Cristo e nunca ninguém me explicou como é que o Homem tinha evoluído a partir dos símios mas o primeiro homem e a primeira mulher eram perfeitíssimos, à imagem do Homem actual.

Também usamos correntemente expressões ao longo da vida alusivas à entidade Deus, tais como: “Graças a Deus”, para agradecer por exemplo um emprego que se obteve com maior probabilidade por favorecimento ou sorte e em menor probabilidade, por mérito pessoal e que, num ataque de presunção ou complexo narcisista depreendemos que Deus já o tinha escolhido para nós em detrimento de outros humanos inferiores; ou, “Por Amor de Deus”, para condenar ou reprovar uma lamentável atitude, postura ou opinião alheia, que seria descabida, se aquele indivíduo se norteasse pelos seguimentos divinos. Estas expressões são de igual forma pronunciadas por acérrimos religiosos, mono ou politeístas, ateus ou agnósticos, o que depreende uma utilização baseada meramente na imitação e na repetição.

Eu continuarei a pensar que Deus não é nenhuma entidade exterior a nós e/ou que está acima de nós mortais, unanimemente entendida como perfeita, rígida que anda por aí anotando no caderninho do mundo, quem fez mal, quem fez bem, quantos pecados tem este e aquele, tudo contabilizado para o dia do juízo final. Vou continuar a entender que Deus habita em cada um de nós, que é uma extrema força intrínseca ao nosso ser e que consegue mais do que nós supomos ou algum dia imaginámos … ou seja, cada um de nós, seres viventes tem um Deus dentro…se quiserem … e porque não, até poderá ser a tal Energia que a minha prima tentou esclarecer ao filho.

 

                                                                                                                                                                                          Brama     

sinto-me:
música: Enya - Várias

publicado por Brama às 01:20
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Maria a 13 de Agosto de 2007 às 20:07
Acho que Deus é o que nós quisémos que seja... um pouco na linha daquilo que tu aqui escreveste... e talvez o homem mereça um pouco desta consolação...


De Anónimo a 25 de Agosto de 2007 às 10:24
Ora é exactamente isso. Desde há anos que penso assim.


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 4 seguidores

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. SIA Lentil

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Sem "papas na língua", co...

. Heartbeat Educação

. Que seria de nós sem um G...

. Como estamos em Ditadura ...

. Born Free

. MDNA, in full conviction!

. Cheikh N`Digel Lô e MDNA

. É assim que Shanghai pens...

. Aziza Mustafa Zadeh

. O tempo é escasso

. Só para relaxar um pouco ...

. Mulher que mata qualquer ...

. She give me money ... whe...

. Ainda estou vivo

. Because of You ...

. Inté

.arquivos

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Junho 2012

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Setembro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds