Domingo, 23 de Dezembro de 2007

Chapeuzinho Vermelho na visão de Millôr Fernandes

Há uns meses recebi este texto por mail, texto de Millôr Fernandes, que achei delicioso.

 

Era uma vez (admitindo-se aqui o tempo como uma realidade palpável, estranho, portanto, à fantasia da história) uma menina, linda e um pouco tola, que se chamava Chapeuzinho Vermelho (esses nomes que se usam em substituição do nome próprio chamam-se alcunha ou vulgo). Chapeuzinho Vermelho costumava passear no bosque, colhendo Sinantias, monstruosidade botânica que consiste na soldadura anomala de duas flores vizinhas pelos invólucros ou pelos pecíolos, Mucambés ou Muçambas, planta medicinal da família das Caparidáceas, e brincando aqui e ali com uma Jurueba, da família dos Psitacídeos, que vivem em regiões justafluviais, ou seja, à margem dos rios. Chapeuzinho Vermelho andava pois, na floresta quando, lhe aparece um Lobo, animal selvagem carnívoro do género cão e ... (Um parêntesis para os nossos pequenos leitores - o Lobo era, presumivelmente, uma figura inexistente criada pelo cérebro superexcitado de Chapeuzinho Vermelho. Tendo de andar na floresta sozinha, natural seria que, volta e meia, sentindo-se indefesa, tivesse alucinações semelhantes).

Chapeuzinho Vermelho foi detida pelo lobo que lhe disse: (Outro parêntesis: os animais jamais falaram. Fica explicado aqui que isso é um recurso de fantasia do autor e que Lobo encarna os sentimentos cruéis do Homem. Esse princípio animista é ancestralíssimo e está em todo o folclore universal).

Disse o Lobo: "Onde vais, linda menina?". Respondeu Chapeuzinho Vermelho: "Vou levar estes doces à minha avozinha que está doente. Atravessarei dunas, montes, cabos, istmos e outros acidentes geográficos e deverei chegar lá às treze e trinta e cinco, ou seja, à uma hora e trinta e cinco minutos da tarde.".

Ouvindo isso o Lobo saíu correndo, estimulado por desejos reprimidos ( Freud: "Psychopathology of Everyday Life", The Modern Library Inc., N.Y.).

Chegando a casa da avozinha,  ele engoliu-a de uma vez - o que, segundo o conceito materialista de Marx indica uma intenção crítica do autor, estando oculta aí a ideia do capitalismo devorando o proletariado - e ficou esperando deitado na cama, fantasiando com a roupa da avó.

Passaram- se quinze minutos (diagrama explicando o funcionamento do relógio e seu processo evolutivo através da História). Chapeuzinho Vermelho chegou e não percebeu que o Lobo não era a sua Avó, porque sofria de astigmatismo convergente, que é uma perturbação visual oriunda da curvatura da córnea. Nem percebeu que a voz não era a da Avó, porque sofria de otite, inflamação do ouvido, nem reconheceu nas suas palavras, palavras cheias de má-fé masculina, porque afinal, eis o que ela era mesmo: esquizofrénica, débil mental e paranóica, pequenas doenças que dão no cérebro, parte súpero-anterior do encéfalo. (A tentativa muito comum da mulher ignorar a transformação do Homem é profusamente estudada por Kinsey em "Sexual Behaviour in the Human Female", W.B. Saunders Company, Publishers). Mas para salvação de Chapeuzinho apareceram os lenhadores, mataram cuidadosamente o Lobo, depois de verificar a localização da Avó através de Roentgenfotografia. E Chapeuzinho Vermelho viveu tranquila 57 anos, que é a média de vida humana segundo Maltus, Thomas Robert, economista inglês nascido em 1766, em Rookew, pequena propriedade de seu pai, que foi grande amigo de Rousseau. 

 

Extraído do livro  "Lições de um Ignorante", José Álvaro Editor - Rio de Janeiro, 1967, pág. 31

 

 

música: Rammstein; Marilyn Manson; Diamanda Galás

publicado por Brama às 03:10
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De mnike30 a 23 de Dezembro de 2007 às 15:11
Olá,
Este post está... interessante!

Passei por aqui para te desejar um Santo Natal, cheio de amor, paz, saúde, carinho e boa música! E que o Novo Ano que se aproxima traga esperança de um mundo mais justo e mais simpático.
Beijinhos


De mik@ a 24 de Dezembro de 2007 às 12:57
ola
desejo-te um feliz natal com boas prendinhas no sapatinho :) come muitas coisinhas boas e diverte te.
beijinhox =^.^=


De Graduated Fool a 24 de Dezembro de 2007 às 19:25
Já conhecia. Está muito divertido.
Mas, para mim, nada bate o fabuloso, notável, extraordinário filme: Hard Candy. Esse sim, uma fantástica história do dito capuz e do lobo mauzão. Recomendo o filme a toda, toda a gente que gosta de emoções fortíssimas.


De The Tales Maker a 25 de Dezembro de 2007 às 14:39
Gostei desta versão super explicada e pormenorizada do capuchinho vermelho. Ou será encarnado? Ainda me chamam de comuna, lol.
Beijos e um bom natal também para ti, rapaz. E espero te ver muito em breve.


De Leila* a 25 de Dezembro de 2007 às 19:59
Realmente é um texto delicioso cheio de detalhes interessantes. Logo eu que adoro pormenores, e quanto ao lobo, vinha mesmo a calhar!

Boas Festas Brama!

Beijinhos*


De hydrargirum a 26 de Dezembro de 2007 às 01:33
This story is absolutely divine!

And I really think this version should be the ongoing one out and about in everyone´s mouths!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. SIA Lentil

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Crato no "Mundo Perdido" ...

. Sem "papas na língua", co...

. Heartbeat Educação

. Que seria de nós sem um G...

. Como estamos em Ditadura ...

. Born Free

. MDNA, in full conviction!

. Cheikh N`Digel Lô e MDNA

. É assim que Shanghai pens...

. Aziza Mustafa Zadeh

. O tempo é escasso

. Só para relaxar um pouco ...

. Mulher que mata qualquer ...

. She give me money ... whe...

. Ainda estou vivo

. Because of You ...

. Inté

.arquivos

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Junho 2012

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Setembro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds