Segunda-feira, 18 de Junho de 2012

Cheikh N`Digel Lô e MDNA

 
É já na próxima edição do festival MED que vou ver este músico senegalês, a figura mais mediática da música produzida neste país africano, logo a seguir a Youssou N`Dour que ficou célebre pelo tema "Seven Seconds" com Neneh Cherry.
 
Mas antes, ainda vou espreitar esta grande querida a Coimbra ...
 
Não sabem quem é?! ... Vá lá, têm três tentativas ... vou só dar uma pista ... é aquela rapariga agora mais idosa que, como uma virgem, se tem mantido feia desde sempre.

 


publicado por Brama às 18:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Junho de 2009

Rokia & Kimmo

Na noite de sábado, no festival MED, destaque para os meditativos OCO, o grupo português que elevou a espiritualidade do Pátio da Bica.

Na noite de domingo, última da sexta edição do festival, o pátio da Cerca explodiu com o magnetismo desta africana do Mali e respectiva banda, que deram um excelente concerto, de resto o que mais gostei das três noites em que estive presente. Durante hora e meia fiquei colado ao palco e ninguém ousou arredar pé do Pátio da Cerca.

Rokia Traoré, cantora, compositora e guitarrista, conta com quatro álbuns da sua autoria e é já um dos mais importantes nomes da música do continente africano. 

E para encerrar a última noite, Kimmo Pohjonen Uniko da Finlândia. Kimmo Pohjonen é considerado um dos maiores génios na arte de tocar o acordeão, explorando outras formas de utilizar este instrumento musical, ao que parece inovadoras.

 

 

 

 

 

Excertos de Rokia e Kimmo no MED/Loulé

 

música: Rokia Traoré & Kimmo Pohjonen

publicado por Brama às 21:12
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Sábado, 27 de Junho de 2009

Decorre a sexta edição do Festival MED em Loulé. Fui na quinta-feira.

Os barcelonenses Ojos de Brujo foram uma certa desilusão. O que já conhecia deles, fez-me esperar o melhor, o que não aconteceu. São originais pois introduzem um conceito novo na música alternativa espanhola, aquilo é bailarina de flamenco (excelente por sinal), aquilo é hip hop, aquilo é jazz,  .... ali entra tudo e tudo tem lugar. Os muitos músicos, individualmente resultam  mas, em conjunto, tornam tudo aquilo numa grande confusão. Fiquei um pouco desiludido, embora ache piada ao conceito subjacente.

Os portugueses Mú, mais propriamente da cidade Invicta, foram uma interessante e feliz descoberta. Inspiram- se nas músicas e danças tradicionais europeias e o resultado é ... excelente. Adorei ... adorei ... adorei.

Viva os Mú.

 

Hoje talvez volte e domingo lá estarei. Rokia Traoré aguarda-me.

 

música: Mú - Festival MED

publicado por Brama às 14:20
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Cheikh N`Digel Lô e MDNA

. Rokia & Kimmo

.

.arquivos

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Junho 2012

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Setembro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds