Sábado, 6 de Setembro de 2008

Praha e Amsterdam aconselham-se!

O texto que se segue poderia ser longo, diverso, brilhantemente matizado e até divertido mas, dado que Brother Z já descreveu o essencial no seu espaço Some Ridiculous Thoughts e entrar em pormenores até pitorescos só poderia fazer entristecer-me por já ter regressado, ficarei por uma breve síntese descritiva.

Evidentemente que foi bom, muito bom, foram umas férias pautadas por uma adequada cadência de acontecimentos, sem sobressaltos de maior, uma utilização adequada de tempos e visionamento de espaços. Este parágrafo está um pouco macarrónico mas foi mesmo o que saíu.

De Lisboa voámos pela noite dentro, chegando ainda antes de romper a madrugada à belíssima capital da República Checa, Praha ou, como costumamos nós designar, Praga. Tal como previsto e parece ser de opinião consensual, beleza arquitectónica é aqui uma verdadeira "praga" e tentar encontrar um edifício que seja menos bonito nesta maravilha urbana é mesmo quase tão difícil quanto encontrar uma agulha num palheiro. Acaba por ser uma cidade algo cansativa, tal a quantidade de património arquitectónico a que atender. Apetece girar a objectiva em todos os ângulos captando incansavelmente todas as perspectivas possíveis até que por fim, se cede ao cansaço e torna-se quase desprezível observar mais um edifíco lindo de morrer, com a majestosidade  e elegância certas. Karluv Most é o  ponto de maior densidade demográfica da cidade a qualquer hora do dia, estando apinhada de milhares de turistas a todas as horas que a fotografam milhões de vezes por dia. Apesar de tudo, penso que não deverá ser fácil para os autóctones enfrentar a fúria fotográfica diária de toda esta tormenta turística. O rio Vltava que acompanha a cidade que o ornamenta de pontes diversas dá o toque final que torna esta cidade mágica.

O essencial da cidade estava visto ao fim do segundo dia e restando ainda um dia inteiro, parecia-nos óbvio  que algo de diferente deveria ser feito para ocupar o tempo. Tatuar o corpo, deixando registada uma bela memória para a posteridade, pareceu-nos a opção certa e mais que evidente ... assim foi (ver fotos em Some ridiculous thoughts).

 

Três dias depois estávamos nós mais uma vez a voar, desta vez para Amesterdão. Chegados à Centraal Station no início da manhã, eis que a capital da lúxuria, do excesso e de quase todas as liberdades individuais, igualmente bela (não se pense que só Praga é que o é), nos abraça, agradada que estava por se permitir dispôr da nossa estadia por cinco fantásticos dias. A partir do momento da saída da Estação Central de Amesterdão, quase tudo aquilo que vos permita a imaginação teve lugar, permitindo-nos vivenciar os dias que se seguiram com muita intensidade e uma profusão de surpresas.

Amesterdão é uma cidade muito bonita, por momentos surreal, acolhedora, quente (apesar das elevadas latitudes), animada, viva, surpreendente, romântica, livre, diversa, bem disposta, sem pudor e muitas vezes, excessiva. O excesso é a pedra de toque que dá um carácter especial a esta urbe, tornando-a por vezes incomodativa, chocante, outras desejável, viciante. Por falar em vícios, que tal um "cafézinho" num qualquer coffeeshop dos milhares que abundam pela cidade?

 Amesterdão é: liberdade, drogas, sexo, fast-food, coffeeshops, canais, pontes, janelas sem cortinas, corridas nos parques, passeios com cães de raça, gatos robustos, festas em barcos, bares ambulantes, multi-etnicidade, van ghog, anne frank, pink point, homonumental, mark raven, mercados de flores, dragões do komodo ... isto e muito mais e sobretudo milhões de bicicletas (por falar nisso, atenção à forte probabilidade de vitimização por atropelamento de velocípede).

Só em Amesterdão é possível ter uma loja de artigos leather para sadomasoquistas paredes meias com uma ervanária ou uma loja de artigos de bebé e brinquedos infantis; só em Amesterdão somos advertidos para não cometer o crime de fumar um inocente cigarro quando do lado esquerdos há drogados que tombam nas mesas e do direito prostitutas em vitrines que cobram 50 € por um blowjob; só em Amesterdão é possível ter numa mesma loja, uma secção de livros infantis imediatamente ao lado da secção porno-erótica, onde se exibem despudoradamente as mais bizarras formas de dar o corpinho ao manifesto; só em Amesterdão é possível ver de mãos dadas uma mulher quase nua e outra de burkka; só em Amesterdão para verter águas num urinol de rua imediatamente junto à azáfama de famílias e famílias que se cruzam freneticamente; só em Amesterdão para constatar que a especialização vai ao ponto de um hotel gay ser algo ultrapassado quando se pode ter um hotel gay para público que veste leather; só mesmo em Amesterdão para encontrar uma loja gay de roupa interior com a designação de "Church" ou um inocente bar numa área fortemente frequentada por todas as famílias de bem, de seu nome "Cockring".

Amesterdão é isto, aquilo, um pouco de tudo ... sem dúvida uma cidade que nos prende desde o primeiro momento e que deixa uma grande vontade de voltar uma e outra vez.

 

 

 


publicado por Brama às 00:47
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 6 de Junho de 2008

Praga & Amsterdam

 

 

Y ahora que todo esta concluido, solamente tenemos que esperar hasta Agosto  y seguir viaje.

 

En el final tenemos algo apuntado con Ella, esta chica buenisima.

 

 


publicado por Brama às 00:06
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Praha e Amsterdam aconsel...

. Praga & Amsterdam

.arquivos

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Junho 2012

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Setembro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds